Menos stand-up, mais imitadores

Curto muito imitadores, dou risada e fico impressionado ao mesmo tempo. Um erro muito comum que muitos cometem é saber fazer a voz e os gestos (caprichar na linguagem corporal é importante pra quem quer ser um bom imitador) mas não ter um bom texto. Esse cara do vídeo, Jim Meskimen, se sai bem lendo o discurso de Clarence, da peça Ricardo III, do Shakespeare. Destaques para o George Clooney e o Paul Giamatti.

Anúncios

2 comentários sobre “Menos stand-up, mais imitadores

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s