Erasmo Carlos no Altas Horas

03_MVG_Erasmo-Carlos-5Sábado minha mãe me ligou quase 2 da manhã pra me avisar que o Tremendão tava no meu programa favorito da TV aberta. Seria engraçado se eu já não estivesse assistindo.

Erasmo tava lá com Serginho e sua turma pra comemorar 50 anos de carreira, bem legal. Tinha vários convidados e tal. Não conheço tudo dele, não ouvi muito da Jovem Guarda, mas Banda dos contentes é um dos meus discos favoritos. Também não vi todos os convidados porque fiquei com sono, mas vi alguns e gostaria de comentar aqui.

Luiz Melodia parecia bem loko. Achei que ele ia gritar AWEY! ali e passar a lambida no pescoço do Serginho. Eles mandaram Minha fama de mau.

Adriana Calcanhotto tava lá e eu tenho uma história interessante com ela. Na verdade era “Adriana Partimpim”, porque eles cantaram a música da Gatinha manhosa. Essa mulher é muito louca. Fui num show dela com a Ju, aqui em Curitiba. Ela falava umas coisas estranhas entre as músicas, tocou a mesma música duas vezes em sequência (quando fui ferido, vi tudo mudar… ♫) e tinha Bruno Medina (completamente imóvel) como tecladista. Na volta desse show a gente pegou um táxi e aconteceu a coisa mais estranha: o taxista também tinha visto o show, e morava no mesmo condomínio da Ju. O cara tava voltando pra casa, desceu do carro junto com a gente e ainda cobrou a corrida. Até que gosto da Adriana cantando, falando nem tanto. Erasmo também contou que ela deu um violão de presente pra ele, que bonito.

Marcelo D2 é aquela coisa de sempre. Muito emocionado, Erasmo uma das referências e tal. Eles mandaram uma versão da clássica Sou uma criança, não entendo nada (antigamente quando eu me excedia… ♫). D2 mandou um daqueles raps picaretas no meio, nem achei ruim. Essa música é uma das melhores e tá num dos discos indispensáveis: 1990 Projeto Salva Terra!

Aí tinha uma “surpresa” que o Serginho tinha preparado. Sempre daquele jeito. Era a Bethânia que foi lá cantar As canções que você fez pra mim (pois sem você, meu mundo é diferente… ♫), foi bonito. Derrubou o Gigante Gentil. Marcelo Camelo foi lá também, e o Erasmo gosta muito dele. Eles mandaram uma versão guitarra maluca de Eu sou terrível, bacana, e o Camelo falou que o email do Erasmo é “gigantegentil@algumacoisa”. Gigante Gentil é sensacional. Teve o Frejat também, cantando a ótima Filho único (ei mãe, não sou mais menino… ♫). Não gosto do Frejat.

Depois teve outros convidados, parece que a Roberta Sá tava lá até, mas eu não vi. Acho que não teve perguntas, nem o ótimo quadro de sexo com a Laura Müller.

Em resumo: não assista Altas Horas, é um programa bem babaca. Mas ouça o Erasmo, não seja burro. Carlos, Erasmo…, Banda dos contentes, Sonhos e memórias 1941-1972 e 1990 Projeto Salva Terra! tem que ter.

Anúncios

4 comentários sobre “Erasmo Carlos no Altas Horas

  1. “Carlos, Erasmo” é o disco..

    – É preciso dar um jeito
    – De noite na cama
    – 26 anos de vida normal
    – todas…

    ..é daqueles discos que você ouve do começo ao fim cantando tudo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s