O filme do Batman

Curinga

O que mais me deixa puto com o Batman, não é nem aquela voz grossa falsa. Eu acho que Chris Nolan deve achar ela muito legal, e como quem manda é ele, ele tem o direito de colocar as coisas que acha legal. In Nolan We Trust. O que mais me deixa puto é aquela maldita sombra de olho preta por baixo da máscara. Eles fizeram a gente engolir o carro-tanque (irado aquele carro). Fizeram a gente acreditar na armadura e no celular-sonar. Mas a merda da sombra preta falsa continua lá, desde o Begins. Bruce Wayne vê o Bat-sinal, veste a armadura, passa um pouco de sombra preta, dá uma pigarreada (pra voz de trovão não falhar, como se a boca torta dele não fosse flagrante), coloca a máscara (finalmente) e parte pra pancadaria. Nesse tempo de passar a sombra, algumas vidas poderiam ser poupadas, certeza.

***

O Curinga de Heath Ledger justifica o hype. É o hype mais justificado desde, sei lá. Nem sei se teve alguma coisa que foi tão falada assim e acabou superando as expectativas do jeito que esse cara superou. O Curinga dele come o do Jack Nicholson no café da manhã. Eu acho que encerrou a história do Curinga no cinema (e isso pode ser ruim). Acho que ninguém mais deve fazer, ninguém consegue. Nem o Johnny Depp, nem o Wagner Moura dão conta. Se for pra comparar, pense o seguinte: ele superou Jack Nicholson. Jack fez um personagem, e depois veio outro cara e fez o mesmo personagem de um jeito muito melhor que ele.

***

Não achei que as explosões foram demais, como várias pessoas falaram. Achei que coube certinho na história. O Curinga tinha que aliviar as tensões de algum jeito e se é pra explodir coisas que exploda direito. Tem duas cenas chave que eu acho que provam que tantas explosões são totalmente justificadas: a do hospital e a que ele está no carro da polícia com a cabeça pra fora (a foto que ilustra o post).

***

Se você acha que o Curinga ficou bem caracterizado, espere pra ver o Duas-caras.

***

As atuações estão muito equilibradas. Quando Heath Ledger eleva o nível lá pra cima, vem o Christian Bale e traz ela pro chão novamente. Perfeito, não dá pra todo mundo roubar a cena.

Anúncios

2 comentários sobre “O filme do Batman

  1. Sério.Quando vi o Duas-Caras quase pulei de alegria dentro do cinema. Fantástico.Também não achei que houveram explosões demais e amei a cena em que ele sai explodindo o hospital.Tirando a sombra nos olhos – q acontece tb no desenho dos incríveis – o resto é sensacional… e quase explicado.A história da capa que vira para-quedas com o toque da luva tb foi engolida?Beijos

  2. Não concordo que o personagem do Jack Nicholson seja o mesmo que o do Heath Ledger mas, com certeza, esse filme chuta bundas.wilco

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s