Kurt Vonnegut

A morte do Kurt Vonnegut me fez lembrar que eu estou com o Timequake que a Fer me emprestou há mileano e ainda não li.

Ter lido a notícia lá no blog do Marco Aurélio me fez lembrar que quando a Fer me emprestou o Timequake ela também me emprestou o Balde de Gelo (visite o blog), escrito pelo próprio Marco Aurélio junto com a Daniela Macedo. Ainda não li esse também.

Isso me fez pensar o quão pouco eu ando lendo coisas impressas ultimamente. E ter pensado isso me fez perceber que eu preciso de um empurrão, uma coisa radical, que me faça querer voltar a ler, ou seja, um livro de alguém que eu realmente goste. Uma figurinha fácil, um chavão.

No caso, Nick Hornby. No caso, Alta fidelidade. Alugado na biblioteca da PUC, porque da vez que a Fer me emprestou ele eu também não li e devolvi depois de um tempão, com vergonha.

Eu preciso ler o Kurt Vonnegut.

Anúncios

Um comentário sobre “Kurt Vonnegut

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s